O cartão de crédito é um recurso que agrada tanto quanto assusta muitos brasileiros. Isso acontece porque a facilidade de se endividar através do cartão de crédito aumenta com o passar dos anos, mas, apesar dos dados alarmantes, é possível usufruir dessa solução muito conveniente sem complicar a sua vida financeira.

No blog de hoje, você fica sabendo ser possível realizar compras no crédito consignado à vista ou parcelado e não prejudicar a sua saúde financeira com atrasos e acúmulo de juros, tudo com um bom planejamento e muito compromisso. Depois da leitura completa, você vai perceber que o cartão consignado pode ser usado de forma positiva e resolutiva.

Confira as 4 dicas para não se endividar com o cartão de crédito consignado que a Vupt preparou para você.

O que é Cartão de Crédito Consignado?

O Consignado permite o uso de até 40% da folha de pagamento ou do benefício mensal do INSS para contratação de crédito. Dessa porcentagem, 5% é exclusiva para a contratação de um Cartão de Crédito Consignado.

Esse é um cartão que só pode ser contratado por servidores públicos (SIAPE), aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). O valor mínimo dos gastos mensais é descontado automaticamente dos rendimentos do cliente e o valor restante (se houver) é pago através de uma fatura.

Confira as principais vantagens dessa linha de cartão:

  • A Vupt Consignado oferece as menores taxas de juros ao mês;
  • O cartão é aceito nos estabelecimentos credenciados na rede Visa e Master;
  • Não existem cobranças de anuidade e nem manutenção;
  • O usuário pode participar de clube de vantagens, que oferecem descontos, sistema de pontos e mais;
  • É possível realizar saques de quantias em dinheiro;
  • A liberação do cartão é feita sem qualquer consulta ao SPC ou Serasa.

Você ainda não é usuário e deseja adquirir o seu próprio cartão? Faça isso clicando aqui.

Aumento da dívida de brasileiros no Cartão de Crédito

O número de famílias endividadas bateu um recorde este ano, segundo a pesquisa Peic (Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor), realizada pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo). Dados apontam que o número de brasileiros com dívidas atingiu a marca 67,5% unicamente no mês de abril.

O cartão de crédito é um forte agente nessa causa. A modalidade de pagamento alcançou o recorde de 80,9% do total de famílias, tudo isso devido ao mau relacionamento das pessoas com esse recurso financeiro.

E fique sabendo que o problema não escolhe classe social, tanto que também é mostrado na pesquisa que núcleos familiares com grandes e pequenas rendas se tornaram parte do clube de devedores nos últimos meses.

Dicas para não se endividar com o Cartão de Crédito Consignado

O Cartão de Crédito Consignado não precisa ser enxergado como um “bicho de sete cabeças”. Como tudo na vida, basta saber como e quando usar aquilo que está ao nosso dispor, planejando minunciosamente os próximos passos e analisando as melhores possibilidades.

Com a ajuda das dicas que preparamos para você, vai ser possível usar o cartão de crédito da Vupt Consignado com tranquilidade e segurança. Confira abaixo.

1 – Gaste menos do que você ganha para não se endividar.

A primeira dica envolve toda a sua vida financeira e não apenas os gastos realizados com o cartão de crédito.

O que leva muitas famílias a contraírem dívidas exorbitantes é não terem a noção dos seus gastos e ganhos mensais. Por isso, é importante pegar lápis e papel e anotar todas as despesas fixas e variáveis e compará-las com o salário ou benefício do INSS ganho todo mês.

Assim, é possível cortar gastos supérfluos, que não são estritamente necessários para se viver bem. Essa atitude é a melhor maneira de economizar.

Outra dica é não usar o cartão por pura conveniência, sem critério algum. Portanto, deve-se usar o recurso apenas em situações emergenciais, não comprometendo a margem consignável sem necessidade.

2 – Tente pagar o valor total da fatura.

Esse conselho é simples: fuja o máximo possível do pagamento mínimo da fatura. Apesar de ser uma opção viável para evitar problemas maiores, a quantia além do pagamento mínimo vai acumular e, mais tarde, pode se tornar uma enorme bola de neve, uma situação ainda mais difícil de ser lidada.

Vale lembrar que, no caso do Cartão de Crédito Consignado, o mínimo da fatura equivale à margem de 5% e é descontado automaticamente da folha de pagamento ou do benefício do INSS. Mas isso não significa que, caso o gasto for maior que a porcentagem, não é possível ou não é necessário ser pago. O “valor adicional” pode ser pago via boleto. E se o saldo não for quitado, ele irá constar na fatura do próximo mês.

O mais indicado é tentar manter as parcelas no limite equivalente à margem consignável, e quando o valor extrapolar, efetuar o pagamento integral.

 

3 – Realize o saque em dinheiro apenas quando necessário.

Como dito anteriormente, é possível realizar saques em dinheiro com o cartão de crédito. Porém, esses saques são limitados a 70% do limite do cartão e podem ser utilizados como quiser pelo titular.

Essa funcionalidade é muito útil em estabelecimentos ou situações em que o pagamento não é possível via cartão, então, o usuário saca a quantia e paga em cédulas. E o cuidado neste caso é o mesmo de sempre: utilizar apenas em emergências.

ATENÇÃO! Tenha em mente que o dinheiro sacado ainda não é seu, porque ele funciona como um adiantamento que mais tarde será retornado ao credor. A cobrança do saque acontece na fatura mensal.

4 – Faça um planejamento detalhado dos seus gastos com o cartão.

A palavra “planejamento” merece destaque constante quando o assunto é gastos ou saúde financeira.

Independente da maneira como você usa o seu dinheiro, tudo deve ser minunciosamente planejado. Imagina se todos começassem a gastar sem ter noção do quanto se tem no bolso? Provavelmente extrapolariam esse número e não teriam o suficiente para pagar as cobranças.

É claro que nenhuma organização possui exatidão, mas até as mais desleixadas servem como “guia” para serem tomadas as melhores decisões na hora de usar o cartão de crédito. E, se tratando do cartão, o pensamento deve ser mais estratégico e analítico, pois, além do pagamento à vista, ainda existem as parcelas que podem se arrastar por longos meses e consumir todo o seu limite.

Planeje parcelamentos, tenha noção do tempo que dura cada uma, qual a somatória de mais de uma conta parcelada e como esse número vai pesar na cobrança mensal, entre outras questões.

Esperamos que essas dicas tenham ajudado você a perceber ser possível contratar um Cartão de Crédito Consignado e aproveitá-lo com consciência. Botando tudo que explicamos em prática, não haverá sustos e nem surpresas desagradáveis no fim do mês.

Gostaria de mais dicas? Confira o blog da Vupt Consignado. E se precisar, entre em contato com a nossa equipe de atendimento.