Como você investe e cuida do seu dinheiro? Cada perfil de empreendedor possui a própria maneira de trabalhar os seus ganhos e muitas delas surgem após essas pessoas conhecerem e estudarem formulas e conceitos de administração de finanças. Um exemplo de prática que pode te levar ao sucesso é a Teoria dos Baldes.

Você já ouviu falar da Teoria dos Baldes ou sabe como ela funciona? Neste artigo, iremos abordar tudo a respeito dela. Continue lendo para saber mais!

O que é Teoria dos Baldes?

A Teoria dos Baldes foi criada pelo educador financeiro brasileiro, escritor e investidor Gustavo Cerbasi. Ele desenvolveu a teoria com o intuito de ajudar a organizar melhor os gastos gerados mensalmente por uma pessoa ou empresa. Para ele, essa fórmula permite desenvolver mais consciência das movimentações feitas com o dinheiro através de uma metáfora simples.

Ela foi originalmente publicada no livro Dinheiro: Os Segredos de Quem Tem e funciona da seguinte maneira: é preciso imaginar três baldes comuns mas com finalidades diferentes. Cada um possui uma categoria distinta de gastos mensais e o objetivo é colocar dentro deles as prioridades das suas finanças atuais. Assim, fica mais fácil entender responsabilidades e alcançar metas.

Como funciona cada balde?

A seguir, explicamos de maneira breve e direta a finalidade de cada um dos três baldes que compõem a Teoria dos Baldes. Confira:

 

Primeiro balde

Chamado de “Balde do Bem-Estar”, são colocados nele todos os gastos relacionados ao bem-estar físico e mental, como, por exemplo, contas da casa e do supermercado que ajudam a manter a segurança e suprir as necessidades básicas.

Mas atenção, Cerbasi alerta que algumas pessoas tentam se privar de determinados gastos que podem fazer bem e são necessários apenas para economizar. Isso é um erro que acaba indo contra o conceito inicial deste balde. O prazer emocional é muito válido, ajudam a diminuir a ansiedade, aumentar a alegria e harmonizar os sentimentos. O único alerta é investir a sua renda em vestuário, lazer e passeios de maneira moderada.

Leiam também:

Segundo balde

O segundo é rotulado como balde do investimento. A regra é simples, aqui vai ser colocado todo o dinheiro restante após o primeiro balde ter sido cheio. Essa quantia será usada exclusivamente para os investimentos, porém, é importante aplicar esse total com estratégia e foco nos resultados para que suas negociações tenham retorno.

Não se esqueça que existem muitos tipos de aplicações no mercado e algumas delas podem combinar bastante com o seu perfil de investidor ou com seu plano de ações financeiras estabelecido anteriormente.

Terceiro balde

O terceiro e último trata de toda a renda restante. Chamado de balde do Luxo, é onde o dinheiro restante no final do mês é colocado e poderá ser usado para certas compras mais luxuosos. Todavia, é importante que você haja de maneira consciente e, obviamente, priorize os gastos corretos antes, sendo eles relacionados ao bem-estar e aos investimentos para crescimento.

Como colocar a Teoria dos Baldes em prática?

Adequar sua vida a essa teoria é muito mais fácil do que você imagina. Primeiramente, comece com um lápis e folha de papel, ou uma planilha digital se preferir, e anote e organize seus compromissos com bem-estar, quais são seus investimentos mensais e quais os luxos.

Depois, calcule a quantia que existe em cada balde e confira se seus ganhos do mês conseguem cobrir todas elas. Se não cobrirem, direcione mais dinheiro para o balde do bem-estar e estude formas de cobrir as necessidades dos outros baldes. Se você precisar de empréstimo financeiro para ajeitar a sua vida de acordo com a Teoria dos Baldes, saiba que você consegue quantias de maneira rápida e prática com a Vupt Consignado. É só entrar em contato.

Gostou do post? Confira mais no nosso blog.