Dentre os serviços existentes para facilitar a vida das pessoas que usufruem de empréstimo financeiro, existe o Refinanciamento, uma boa alternativa para melhorar as condições do empréstimo e organizar o próprio dinheiro.

Normalmente, os clientes recorrem a esse recurso quando as parcelas de suas dívidas começam a pesar no bolso, sendo necessário reorganizar as parcelas para não comprometer o estilo de vida e nem os demais compromissos.

A solução possibilita melhorar as condições estabelecidas no contrato e até reduzir a taxa de juros. Gostaria de entender melhor o Refinanciamento e saber como ele pode resolver seus problemas com dinheiro? Continue lendo este post!

refinanciamento

O que é Refinanciamento

É denominado como Refinanciamento a troca de um contrato de empréstimo antigo por um novo, mas com a mesma instituição financeira, podendo ser realizadas alterações nos prazos de pagamento e valores contratados.

A ideia principal desse serviço é dar às pessoas a possibilidade de lidarem com problemas monetários durantes períodos de crise, assim, evitando dívidas perigosas e retomando o controle sobre todas as finanças.

Algo que precisa ser bem valorizado na hora de usar o Refinanciamento é se o novo contrato (também chamado de linha) é mais vantajoso que o anterior. Em outras palavras, as novas condições precisam ter juros mais baixos e, como consequência, parcelas menores, que se adéquam perfeitamente à realidade do tomador.

Esse processo pode ser aplicado com veículos (empréstimo com garantia de veículo), imóveis e, principalmente, com empréstimos de Crédito Consignado, como será explicado a seguir.

 

Como funciona o Refinanciamento de Empréstimo Consignado

Ao contratar um empréstimo de Crédito Consignado, você adquire uma quantia suficiente para quitar débitos mais urgentes, como cartão de crédito ou contas com juros abusivos, por exemplo. Esse processo é comumente conhecido como “substituir uma dívida pesada por outra mais leve”, uma vez que o pagamento do consignado possui os menores juros do mercado, maior número de parcelas, entre outras vantagens e benefícios.

Se em algum momento o seu compromisso com o consignado estiver difícil de ser cumprido, é possível recorrer ao Refinanciamento e readequá-lo. A solução é, também, uma forma de obter crédito a partir do empréstimo atual, mas sem a necessidade de assumir uma nova parcela. No entanto, é preciso que o cliente solicitador já tenha quitado uma porcentagem do seu débito.

Durante o Refinanciamento, o saldo devedor atual é quitado pelo banco junto com o dinheiro extra que foi solicitado, e a diferença entre os dois valores é liberada como novo saldo na conta do cliente. Essa transação é conhecida como “troco”.

Para ficar mais claro, confira o exemplo abaixo:

Imagine que você precise de 1.000 reais e seu saldo devedor no momento é de 3.000 reais, em 12 parcelas restantes. Ao solicitar o serviço, o agente financeiro pagará todas as parcelas restantes e liberar um novo empréstimo no valor de 4.000 reais. Então, um novo contrato é realizado e o consumidor fica com a diferença de 1.000 reais, que é depositada na conta de 2 a 5 dias úteis.

Quanto mais parcelas tiverem sido pagas, maior o valor pode ser liberado, pois a quantidade será sempre proporcional ao que já foi pago do empréstimo atual.

O refinanciamento do crédito consignado é regido pela Lei nº 10.820/2003, que regulamenta o empréstimo consignado.

 

As principais vantagens do Refinanciamento de Empréstimo Consignado

O Refinanciamento garante benefícios valiosos para os clientes de um determinado banco. As principais vantagens são:

  • Menos burocracia: por já existir um contrato entre o cliente e o agente financeiro, a troca por um novo, mesmo sob novas condições, é mais simples e descomplicado;
  • Rapidez na liberação do crédito: o agente financeiro já possui os dados do cliente, portanto, quando aceito, a liberação do crédito acontece muito mais rápido.
  • Alteração no valor do crédito: Às vezes, invés de reduzir o valor das parcelas, é possível adquirir um montante maior do que o que contava no antigo contrato.
  • Prazo flexível: o cliente pode estender o prazo de pagamento, dessa maneira, diminuindo o valor a ser pago por mês, mas por um tempo mais longo.

 

Quem pode fazer o Refinanciamento

O Refinanciamento de empréstimo consignado pode ser realizado por aposentados e pensionista do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), e Servidores Públicos (SIAPE) com um contrato vigente de operação de crédito em um banco.

 

Para mais informações a respeito do Refinanciamento, entre em contato com a Vupt Consignado

A Vupt Consignado está no mercado há mais de 3 anos disponibilizando serviços de crédito para aposentados e pensionistas do INSS, e servidores públicos (SIAPE). Entre em contato agora mesmo, tire suas dúvidas e saiba como nos contratar!